terça-feira, 23 de abril de 2013

Los Angeles Freeways


As autoestradas americanas tornam-se um emaranhado na região de Los Angeles. Uma rede de autoestradas interliga as diversas regiões do sul da Califórnia. Por isso, quando tiver que se deslocar de uma região, ou mesmo de um bairro para outro, dentro da cidade de Los Angeles, consulte no seu mapa ou GPS, se uma freeway poderá conduzi-lo até onde deseja. Pois apesar de parecer mais fácil seguir por uma rua até seu destino, com a quantidade de tráfego e sinais de trânsito, o caminho poderá consumir horas. Lembre-se sempre que em Los Angeles tudo é distante. A 405 é uma freeway bem central que poderá ajudá-lo a cortar caminhos, assim como levar a São Francisco, se você optar por um caminho mais rápido (pelo deserto). A viagem até São Francisco, levando o dobro do tempo, pode ser feita também pela costeira 1. Uma rodovia lenta, de mão dupla, sinuosa, mas sem dúvida, com uma paisagem de tirar o fôlego. Ao pegar uma freeway fique muito atento a direção que tomará (north, south, east, west) pois, uma vez na autoestrada, fica sempre difícil fazer o retorno.


LAX - Aeroporto Internacional de Los Angeles

Foto: divulgação internet

Chegar a Los Angeles de avião significa aterrizar em um dos aeroportos com maior tráfego aéreo do mundo, que fica inserido em plena cidade de Los Angeles. Porém, L.A. é uma cidade enorme e a distância do aeroporto para o seu hotel dependerá de onde você vai se hospedar. A área do distrito de Santa Mônica fica a uma distância razoável do LAX. Recomendo que alugue um carro, pois é a maneira mais prática de se conhecer a cidade, já que as distâncias a percorrer são muito longas e os transportes públicos não são tão incentivados como na Europa. Para conhecer mais sobre o LAX, clique aqui.


quinta-feira, 18 de abril de 2013

L.A. – Uma introdução sobre Los Angeles


Morei por seis meses em Los Angeles (L.A.), há muitos anos. Tempo suficiente para amar a cidade, porém, nunca o bastante para conhecê-la. Depois visitei a cidade como turista e pouco pude revisitar do que já conhecia. Pois, engana-se quem pensa que conhecer a região de L.A. é conhecer Hollywood, Santa Mônica, Malibu, Venice Beach e Beverly Hills. Los Angeles é muito mais que isso! L.A. é sua gente, sua cultura e seu estilo próprio de ser.
Por isso, reluto em descrever esta gigantesca cidade em apenas um post. Mas, como a missão deste blog é informar ao público leitor, vamos tentar: dividirei a cidade em setores, que abrirão um link, à medida que for descrevendo o tema. Por isso, se os links ainda não estão abrindo, paciência... Ainda não foram escritos!
- Quinze dicas para Los Angeles
- As Freeways
- As ruas de L.A.
- A alma de Venice Beach
- A Disneylândia
- Big Bear Mountain
- Carmel e Monterey
- Comendo em L.A.
- Comércio local
- Em L.A. vá de bike
- Hollywood e Beverly Hills
- L.A. Downtown
- Long Beach
- LAX – Aeroporto Internacional de Los Angeles
- Malibu e Malibu Canion
- Magic Mountain
- Marina Del Rey
- Mar Vista, o bairro onde morei
- O Pier de Santa Mônica
- O charme de Santa Mônica
- Viagens pela Califórnia
- Westwood e UCLA

terça-feira, 9 de abril de 2013

Visconde de Mauá, um recanto aconchegante

Avenida principal

A rodovia de acesso a Mauá foi pavimentada no ano passado. Isso facilitou muito a visita à região. Para quem está pelo Sul-Fluminense, nos municípios de Resende ou Itatiaia, subir a serra pode ser um programa muito agradável, até mesmo para almoçar ou simplesmente passar a manhã na vila de Visconde de Mauá. O clima nesta época já está mais fresco, o que muda o ambiente na montanha. Percorrendo a rua principal, pode-se xeretar diversas lojas com o artesanato e produtos locais. Mauá fica localizada na divisa dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. É cercada por belas paisagens verdes e de beleza ímpar, improvisadas pelas montanhas e vegetação típica do vale, que é todo entrecortado por rios e cascatas.
Feirinha de orgânicos no Shopping dos Imigrantes
Um bom programa para os Domingos é a feirinha de produtos orgânicos, que acontece no Shopping Aldeia dos Imigrantes. Recomendo a feira para quem é adepto de uma vida saudável e quer encontrar novidades em pães, biscoitos, mel, grãos e outras guloseimas. Tudo proveniente de produtos sem aditivos químicos ou fertilizantes.
Quem vai visitar Mauá pode se estender as vilas de Maringá, um lugar para os descolados e Maromba, para os mais zens. Já Visconde de Mauá tem características mais tradicionais, cercado por pousadas e hotéis fazendas. Mas uma coisa todos os lugares têm em comum: uma relação telúrica de muito amor à mãe natureza.

Acontece em maio: geralmente no mês de maio acontece em Mauá o popular Festival do Pinhão, que é um concurso gastronômico onde a maioria dos restaurantes da região serve pratos elaborados a base de pinhão e produtos orgânicos da região. Para quem não sabe, o pinhão é a semente da Araucária (árvores responsáveis pela beleza da paisagem local) que cozida assemelha-se a castanha portuguesa. Fique atento para não perder o festival!

Como chegar: desde a Dutra, no município de Itatiaia-RJ, saia no acesso que leva a Penedo. Passe pelo trevo de Penedo e suba por aproximadamente 27 km, até chegar à vila de Visconde de Mauá.