quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Bento Gonçalves e suas rotas


Por: Adriana Aguiar Ribeiro

Igreja: arquitetura inspirada em um tonel de vinho
Um lugar tão diferente do resto do Brasil! Pois comemos como se estivéssemos na Itália. Verdade! Nunca estive em um lugar no Brasil com tantas pizzarias e casas de massa por metro quadrado, como em Bento Gonçalves (não venha falar de São Paulo). Mas em termos de organização, educação e limpeza... Parecia a Alemanha! E os vinhos? Ah, os vinhos são realmente de tirar do sério. Literalmente! São tantas degustações pelos caminhos que a gente fica sempre alegre. E há tantas coisas que reportam ao vinho: imagine, o portal da cidade é representado por um tonel, assim como a arquitetura de uma igreja!

Em dois dias visitando a cidade aproveitamos para percorrer o Caminho de Pedras, pois interessava-nos conhecer um pouco mais da história dos imigrantes italianos no Brasil. E ali, os descendentes abrem as portas da sua casa, vendem produtos deliciosos cultivados nas propriedades e ainda nos dão
Igreja Matriz Cristo Rei
aulas de história. Não espere encontrar por lá o retrato do produtor rural humilde e simples. São todos cultos, extrovertidos e desembaraçados. Foi um dia inteiro curtindo o Caminho de Pedras e provando guloseimas, em um dia fresco e ensolarado. À noite experimentamos a típica sopa de queijo no pão, seguida de deliciosas  tortas.

No dia seguinte fomos à Igreja Matriz Cristo Rei e admiramos muito a praça com um sem fim de roseiras, de todas as cores. Uma coisa linda! A igreja não fica atrás, com uma bonita arquitetura. Optamos por fazer a Rota dos Vinhedos que fica a poucos quilômetros de Bento, bem perto de Garibaldi. Não poderíamos deixar de aproveitar para conhecer a cidade vizinha. A Rota dos Vinhedos é bem legal. Ali ficam vinícolas conhecidas como a Salton e ainda tem a fábrica de geleias e sucos de uva Casa Madeira. Mas o mais emocionante mesmo é ver todo o caminho verde, repleto de videiras. E há casas maravilhosas ao longo da estrada. Outra opção seria fazer a Rota das Cantinas Históricas ou o passeio de Maria Fumaça. Dizem que este último é bem bacana. Mas preferimos ver um pouco de vida real. Pois o passeio é um programa bem turístico, com músicas, danças e fantasias. Não tínhamos muito tempo, apenas dois dias, por isso optamos por fazer programas com personagens verdadeiros!

Bento é uma graça! Tranquila e aconchegante. Toda região passa a ideia de muita segurança. Para ter ideia, um jornal de um mercado local trazia uma manchete: “Viticultores em alerta contra as formigas!”. Parece que a maior ameaça no local são os insetos. Moraria em Bento também!

Foto ao lado é de residência na Rota dos Vinhedos.



Leia mais sobre cidades na região: