quarta-feira, 17 de junho de 2015

Halifax, no Canadá

Estava devendo este post para o blog. É tanto lugar bonito que às vezes não dá para manter as notícias em dia. Mas hoje vamos atualizar as novidades sobre nossa ida a Halifax, no Canadá, em setembro do ano passado.

A visita a Halifax veio incluída em um roteiro de navio. Não era um sonho acalentado, inclusive porque é uma cidade localizada no alto do Hemisfério Norte, no Canadá, um pouco depois da fronteira com os Estados Unidos. Mas foi uma surpresa que valeu a pena!

Com uma população de aproximadamente 390.000 habitantes, Halifax é um mix da alegria e movimento das cidades grandes, com a simpatia e educação natural das cidades do interior. Apesar do frio local, os cidadãos de Halifax são calorosos na recepção aos visitantes. Logo na chegada, ao lado do porto, há uma feira com artigos para turistas – coisas bem diferentes e com bom gosto, como uma mochila de alce que comprei para minhas sobrinhas - , assim como produtos alternativos e opções de lanchonetes e cafeterias, com refeições rápidas e saborosas.  Você poderá ser surpreendido também com um tocador de gaita de foles, logo ao chegar nesta cidade, que é a capital da Nova Escócia.

Em um dia de caminhada conseguimos visitar vários pontos bacanas na cidade: começamos pela Barrington Street, seguindo até a Basílica de Saint Mary, que é a sede da arquidiocese da igreja católica em Halifax. Com primeira construção em 1784, quando era chamada de Igreja Saint Peter, a basílica foi reconstruída em 1820, tornando-se uma grande catedral, para receber um número maior de fiéis. Nesta época teve seu nome trocado para Saint Mary. Desde então a igreja passou por outras renovações, apresentando hoje um estilo neo-gótico.

Mais uma caminhada nos levou para o que considerei o parque mais lindo visitado em toda a viagem: o Halifax Public Gardens, que data de 1887. Ultrapassar seus portões de ferro é adentrar num mundo de fantasias floridas. Os caminhos surpreendem pelo capricho dos mais esmerados jardineiros. O centro do parque conta com um bonito coreto em estilo vitoriano. O jardim das dálias é imperdível pela quantidade de espécimes que consegue agrupar em um espaço de poucos metros quadrados. Há uma sorveteria legal no interior deste parque que fica localizado na Southpark St. esquina com Spring Gardens Road. Para saber mais sobre o parque e suas programações, clique aqui.

A uma pequena distância chegamos a outra grande atração: o Halifax Citadel, o quarto forte de uma série de fortes Britânicos construídos no lugar.  Sua obra foi concluída em 1856 e tem formato de estrela. Fica localizado no alto de um monte, o que proporciona uma bonita vista da cidade. Com sorte você poderá ver a troca da guarda que acontece em alguns horários determinados. No interior do forte o visitante pode ver o museu que conta a história do Halifax Citadel e é rico em artefatos militares. Para saber mais sobre o Halifax Citadel clique aqui.

Descendo a colina, em direção à beira mar, chegamos ao Historic Properties, que fica ao longo da orla, também conhecida como Waterfront Boardwalk, na Upper Water St. São diversos armazéns que começaram a ser construídos no período das guerras napoleônicas, muitos deles para armazenar pilhagens e contrabandos feitos por navios corsários no início do século XIX.  Atualmente estes charmosos prédios de pedra e madeira foram completamente restaurados, mas as ruas de paralelepípedos foram mantidas e o local abriga um glamouroso conjunto de boutiques, cafés e bares.

Seguindo pela Upper Water St., a mesma se transforma em Lower Water St. já a beira mar. Caminhar por aqui também pode ser um programa muito agradável e é garantia de belas paisagens marítimas. A área, totalmente revitalizada, abriga lojinhas e restaurantes. Ali também fica o Museu Marítimo do Atlântico com uma área reservada só para a grande tragédia do Titanic, que aconteceu perto da costa de Halifax, cidade fundamental no socorro às vítimas. Grande parte dos mortos neste acidente foi enterrada na cidade, no cemitério Fairview Lawn.

Outras atrações: Peggy’s Cove com o farol, que fica mais afastado da cidade e o Discovery Centre (Centro de Ciências), na Barrington St.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desta matéria? Compartilhe aqui sua experiência com outros leitores!