domingo, 17 de janeiro de 2016

Chez Michou - Destaque gastronômico em Búzios, RJ

Por: Adriana Aguiar Ribeiro

O motivo de trazer o Chez Michou de Búzios para o Destaque Gastronômico do Viajando com Puny é muito mais pessoal do que gastronômico.

Encanto-me com esta creperia que cresceu dos limites da praia de Búzios, com filiais até na cidade do Rio de Janeiro. Quando era adolescente o Chez Michou era uma lanchonete simples, na Rua das Pedras. Pé na areia, com um balcão de tábua, onde os crepes eram feitos a vista dos fregueses. Desde aquela época os clientes já eram chamados pelo nome.

De lá para cá, mais de trinta anos se passaram. E o Chez Michou se transformou ao longo do tempo em um lugar super-badalado: hoje as pessoas vão lá não só pelo seu crepe, mas também pelo seu ambiente super descontraído, com boa música, vídeos e gente descolada e bonita. A casa surpreendeu com seu crescimento.

Os crepes continuam gostosos. Os salgados vêm em sabores diversos, com frango, camarão, carne seca, queijo, etc. Adoro o de filet mignon com gorgonzola. Os doces não ficam atrás, mas não posso dar muitas dicas, pois sempre peço o de morango com Nutella.

O Chez Michou fecha na madrugada na alta temporada. E abre de tarde, como a maioria do comércio da Rua das Pedras.

Detalhe: eles não aceitam cartão. Só ca$h!
Endereço: Rua das Pedras, 90 – Armação dos Búzios - RJ

sábado, 16 de janeiro de 2016

Check-list – 10 coisas importantes a fazer antes de viajar para o exterior

 Por: Adriana Aguiar Ribeiro

dicas para viajar tranquilo
Quem já foi para fora do país sabe bem que há detalhes importantes que devem ser observados antes de partir em uma viagem internacional. Por isso, o Viajando com Puny traz para você dez recomendações importantes que devem ser checadas antes de sua viagem para o exterior. 

1. Adquirir previamente os serviços a serem utilizados na viagem: tem gente que gosta de botar o pé na estrada tipo “easy rider”, ou “sem lenço nem documento”, “deixando a vida me levar”...  A ideia é fascinante, mas na prática, não funciona bem. Principalmente quando se trata de viajar para um país estrangeiro, quando surpresas nem sempre são bem-vindas. Em geral, quando se adquire os serviços em cima da hora, paga-se muito mais caro do que se previamente pesquisados, adquiridos ou reservados. Na verdade, o que no turismo chamamos de “tarifa de balcão” custa muito mais caro que as tarifas pré-contratadas. Isso vale para o balcão do hotel, para o balcão da companhia aérea e até para o balcão da locadora de veículos... Outros serviços também seguem esta regra ou, pelo menos, se contratados com uma pesquisa prévia, dá para escolher o melhor preço. Recomendo também a aquisição de um seguro de viagem, pois estando fora do seu país, isso lhe dará uma tranquilidade extra. 
no balcão é fria...
Mas se você não está nem aí em esbanjar seu dinheiro, lembre que sem reservas prévias corre o risco de não encontrar vagas em voos, hotéis, restaurantes, eventos, tours, etc. A população mundial está crescendo. E por todo o mundo encontra-se muita gente viajando. Todo mundo quer se hospedar, se transportar, comer, se divertir, etc. Por isso, se você reservar seu serviço com antecedência, não correrá o risco de ficar a “ver navios” ou na, melhor das hipóteses, plantado em uma fila. 

Exemplos de serviços que podem/devem ser contratados com antecedência: passagens aéreas, cruzeiros, hotéis, seguros, locação de carro, restaurantes, ingressos para parques, ingressos para eventos, etc;

2. Verificar com antecedência se o passaporte está válido. Se há necessidade de tirar visto(s)  e/ou tomar alguma vacina para o país de destino. Se estiver viajando com menores, verificar se é necessária autorização especial. Menores viajando com apenas um dos pais, precisam de autorização para sair do país;

3. Check-list: aproximadamente um mês antes da viagem, fazer um check-list detalhado para verificar se todos os serviços contratados (item 1) estão ok, assim como demais itens desta lista;

Adquira a moeda adequada ao país de destino
4. Adquirir moeda estrangeira ou travel Money adequado para gastar no país de destino. Explico melhor este tema em outra matéria;

5. Imprimir todos os vouchers correspondentes a sua viagem ou pelo menos tê-los em arquivos eletrônicos acessáveis desde o seu celular;

6. Liberar os cartões de crédito para uso no exterior: atualmente, por medidas de segurança, é necessário liberar o cartão de crédito para uso fora do país. Cheque também se o seu cartão é para uso internacional. 

7. Check-in: Checar se os assentos do seu voo estão marcados. Principalmente se você está acompanhado. Está cada vez mais difícil encontrar assentos vagos nos voos. Se possível fazer antecipadamente o check-in online para voos, cruzeiros, hotéis, ou o qualquer outro serviço. Isso adianta muito as coisas. 

Orçar gastos evita surpresas desagradáveis
8. Fazer um roteiro detalhado da viagem: costumo elaborar o roteiro das viagens com a maior antecedência possível. A elaboração consiste em descrever todos os dias do mês, da semana e os lugares que serão visitados. Pesquiso ao máximo detalhando o passo a passo da viagem. Quanto mais detalhado, melhor. Costuma ser muito proveitoso, pois quando se está de férias, ninguém quer perder tempo com pesquisas. É muito útil saber os preços, horários e dias das atrações como museus, restaurantes, parques, etc. Também saber como chegar e quanto custa os meios de transporte ajuda muito a programar melhor seus passeios;

Peça a alguém para cuidas das plantas
9. Fazer orçamento de despesa em viagem: não dá para viajar sem orçar o que se vai gastar. Até para saber quanto deverá levar de dinheiro. Assim você evita surpresas desagradáveis com despesas altas no retorno de sua viagem. Se você quer saber mais sobre como controlar suas despesas, encontre mais dicas no meu livro Vivendo Bem com o que você tem;

10. Agendar o pagamento de suas contas: agende o pagamento de suas contas se você estiver fora no período dos vencimentos. Se sua casa vai ficar sozinha, organize-se para saber com quem vai deixar os bichinhos, ou quem vai molhar suas plantas. 

Pense nisso tudo com antecedência!


domingo, 10 de janeiro de 2016

Praias de Azeda e Azedinha: a gente sempre volta lá!

                                                                                                Por: Adriana Aguiar Ribeiro

O primeiro post deste blog foi ao ar em 12 de fevereiro de 2012. Na época não tirava tantas fotos voltadas para a publicação. Nem olhava as coisas com um olhar tão detalhado. Hoje, em cada lugar que visito, lembro dos leitores do blog e penso cada coisa que poderia ser útil para contar aqui. Por isso, antes que complete quatro anos, vamos detalhar melhor o tema abordado naquela matéria: as Praias de Azeda e Azedinha, em Búzios.


Se você já conhece Azeda e Azedinha, sabe o quanto encantador é aquele cantinho de Búzios. Se você ainda não esteve lá, recomendo que coloque em sua lista de lugares a visitar sem falta!

Azeda e Azedinha são duas praias coladas uma à outra. A primeira é a Azeda. E logo após, fica Azedinha. Ambas as praias são pequenas, com estreita faixa de areia. Azedinha é a menor. 

Não há residências no local, apenas um prédio desativado. A infra-estrutura é oferecida por ambulantes, que alugam cadeiras, guarda-sóis e oferecem um cardápio com bebidas, água de coco e pequenas refeições. A base deste comércio fica em barcos ancorados na areia da praia. 

A grande atração fica por conta das exuberantes paisagens no acesso às praias e das águas cristalinas e calmas de Azeda e Azedinha. As praias ficam na base de morros verdes, com mata abundante. O local é propício para snorkel.


Para chegar até estas duas praias há duas opções: 


1º pegar um táxi barco no início da Orla Bardot (saindo da rua das Pedras) ou na Praia dos Ossos. O passeio é agradável e proporciona bonitas vistas. Ao fim, você chegará direto nas praias.

2º ir até a praia dos Ossos (a pé ou de carro) e dali caminhar até as praias. A estrada pavimentada por paralelepípedo vai até o alto do morro. Dali em diante é necessário caminhar até as escadas (sim, construíram escadas em madeira, o que facilitou muito a descida pela trilha no morro) e descer. Não é um caminho acessível para quem tem dificuldade de mobilidade.

Para ler outros posts sobre Búzios, clique aqui.

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Macaé: boas ondas e gastronomia

Por: Adriana Aguiar Ribeiro

Desde a adolescência frequento a cidade de Macaé. No início, pela sua proximidade de minha cidade natal. Depois, para visitar amigos e família. Ao longo dos anos venho observando o desenvolvimento do município, suas mudanças que tem transformado a cidade – para melhor! 
Mas suas praias continuam as mesmas e sempre me encantam. Não me sinto apta para escrever sobre tudo que acontece na cidade. Por isso, vou comentar um pouco sobre os dois últimos dias que passei por lá.

1 – Praia do Pecado: é minha praia queridinha, que frequentei muito nos anos 80 pegando ondas de body-board.

A praia continua a mesma e com uma infraestrutura melhor que no passado. Hoje conta com calçadão e quiosques a beira-mar. Tem boas ondas e é ponto de encontro de muitos surfistas. Jovens e maduros, para a minha surpresa: entre a garotada tem muito coroa de cabelos grisalhos ou carecas. Barrigas começando a chamar atenção.  Alguns surfando de pranchão, nova onda dos últimos 10 anos. Mas identifiquei alguns camaradas dos anos 80, que continuam surfando em prancha triquilha ou de body-board. Alegrei-me com isso. Praia é sempre um ambiente democrático. E se você quiser curtir uma boa praia descolada, em Macaé, o Pecado é o lugar certo.
Praia dos Cavaleiros
2 – Praia dos Cavaleiros: a praia é boa para banho. Mais pop. Conta com extenso calçadão e muitos restaurantes bacanas espalhados pela orla. Flávia Aguiar, moradora da cidade, recomenda o Tomodati, para comida japonesa, o Ilhote, para comida variada e a Picanha do Zé, com bons preços. É em Cavaleiros também que acontecem os agitos da balada noturna!

3 – Praia dos Campistas: reza à lenda que há muitos anos toda uma família proveniente de Campos afogou-se nesta praia. Ouvia esta história na infância.  O lugar é bonito, tanto que hospedamo-nos ali em um Mercure bem em frente ao mar. Mas não vejo quase ninguém nesta praia. Fica perto de tudo. Está entre Cavaleiros e o centro da cidade.

Desta vez não vou falar mais sobre a cidade. Em outra visita investigarei outros pontos, fazendo novas fotos. Mas, se você não conhece Macaé e tem curiosidade em conhecer, recomendo a visita. Você não vai se arrepender!

http://www.viajandocompuny.blogspot.com.br/2016/01/cafe-da-guria-destaque-gastronomico-em.html

domingo, 3 de janeiro de 2016

Café da Guria - Destaque gastronômico em Macaé

                                                                     Por: Adriana Aguiar Ribeiro

O Viajando com Puny dá as boas vindas ao ano de 2016 com um novo destaque gastronômico, visitado em nossa última viagem a Macaé, RJ:

Café da Guria – delícias em Praia dos Cavaleiros, Macaé


Guria – Café & Brigaderia   foi a descoberta gastronômica em nossa última viagem a Macaé! 

Buscando uma alternativa mais light e econômica ao café completo do Mercure, saímos da Praia dos Campistas e fomos caminhando em direção a Praia de Cavaleiros. Por sorte entramos por uma ruazinha transversal à praia e encontramos a fachada simpática da cafeteria da Guria.  

Entrar na cafeteria foi como um abraço de aconchego. Ali encontramos um café forte, suco natural e sanduíches quentinhos e saborosos para o desjejum. Além disso, o forte da casa exposto nas vitrines: os brigadeiros, tortas, cheesecakes e salgados maravilhosos. E o ambiente é delicioso! Fica aqui a dica!

Descobrimos que eles recebem encomendas de doces para festas, cupcakes, brigadeiros de todo tipo e bolo no pote. Confiram no telefone (22) 99840-1756 ou pelo e-mail guriabrigadeiros@hotmail.com 
Endereço: Rua Joaquim da Silva Murteira, 55 – Praia de Cavaleiros – Macaé – RJ