segunda-feira, 10 de julho de 2017

Reduit Beach em Castries, St. Lucie


Como a maioria dos turistas que visitam a ilha, desembarcamos de um navio de cruzeiro em St. Lucie. Na verdade, antes de programar esta viagem nunca tinha ouvido falar desta ilha, pertencente às Baixas Antilhas. Só reconheci o lugar quando vi na internet algumas fotos dos Pitons.

O que são os Pitons? São dois majestosos picos de origem vulcânica que ultrapassam 2.000 metros. Estão localizados na praia de Soufriere. E como estão localizados a 43 quilômetros de Castries, a capital e nosso porto de desembarque, desistimos de ir até lá. Mas para você saber, em Soufriere, além da beleza dos Pitons, há banhos em piscinas sulfúricas aquecidas.

Como fomos na época seca, quando está quente demais no país, optamos por ir para Reduit Beach, praia localizada em Rodney Bay – há 9 quilômetros da capital. Não nos arrependemos, pois além de ser bem mais próximo do porto, aproveitamos um dia maravilhoso de praia, interagindo com a população local. Isto incluiu aprender um pouco de Papiamento (que é uma mistura de idiomas, formando o creole francês), língua falada por praticamente 95% da população nativa, apesar do idioma oficial ser inglês.

A viagem do porto até Reduit Beach foi feita em van pública, ao preço de 14 dólares ida e volta, por pessoa. As estradas são asfaltadas e o percurso é tranquilo.

A praia é típica caribenha, com águas transparentes. No entorno há alguns bons restaurantes, como Tapas on the Bay e Big chef Steak house, que ficam a uns 650 metros a pé de Reduit. A curiosidade ficou por conta das pequenas jangadas abastecidas de frutas tropicais, que vendiam os produtos diretamente aos banhistas.

Gastronomia:
  • A cozinha de St. Lucie é muito rica, com influência caribenha, francesa e inglesa;
  • O prato mais típico de St. Lucie é peixe salgado com figo;
  • Em seus pratos abusam de temperos como curry e outras especiarias;
  • As carnes mais consumidas são de carneiro, frango e os frutos do mar – que incluem camarão e ostras;
  • Sobremesas são diversas, com destaque para as feitas a base de coco;
  • As frutas tropicais fazem parte do cardápio nacional.
Artesanato:      
  • O que mais nos chamou atenção foram as bonequinhas de pano de dois lados (dois corpos e cabeças). Muito coloridas, em trajes africanos, lindas e com preço razoável! Foram encontradas na feirinha do porto, onde há uma grande variedade de artesanatos.

Mais curiosidade e informações úteis sobre St. Lucie:
  •       Apesar de o turismo ser uma importante fonte econômica, a banana é seu produto principal. Muito populares são os chips e o ketchup de banana, apesar de muitas outras frutas tropicais serem encontradas na ilha;
  •     O território da ilha tem 617 km2 , costeados por belas praias e cobertos por muitas florestas tropicais;
  •        A moeda oficial é o dólar do Caribe do Leste, mas o dólar americano e cartões de créditos são amplamente aceitos na ilha;
  •          Na praia a vida é carinha, como por todo o Caribe: chega-se a pagar uns 20 dólares por cadeiras (2) e guarda sol. A água mineral pode custar uns três dólares;
  •        Os nativos vendem e aplicam babosa (aloe vera) in natura na pele clara dos turistas gringos, devido aos poderes medicinais da planta, dizem, calmante das queimaduras solares.
Outros pontos de interesse:

Nesta visita, após a praia, tivemos preguiça de desembarcar para andar pela cidade na parte da tarde, devido ao calor que fazia. Mas chegamos a pesquisar alguns pontos para averiguar na cidade. Transcrevo aqui, para quem tiver mais tempo e quiser explorar melhor Castries.
  •        Catedral da Imaculada Conceição (é a maior Catedral do Caribe, tendo recebido o título de Basílica). Fica localizada em frente a Derek Walcott Square (nome do poeta da ilha que foi ganhador do Prêmio Nobel). Fica a 2,7 km do porto;
  •          The City Library, the Government House and Fort Charlotte;
  •          O Castries Central Market. Descrito como muito simples;
  •       Um dos centros de compras duty-free da cidade fica ao lado do porto de Castries. Ali vendem porcelana chinesa, cristais, perfumes, joias, relógios de grife e itens de couro.  
Clique aqui para ler muitas outras matérias sobre o Caribe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desta matéria? Compartilhe aqui sua experiência com outros leitores!